As 100+ de Nina Garcia – as botas obrigatórias

Preciso confessar que já há algum tempo eu queria ler o livro da Nina Garcia As 100 + Um Guia de Estilo que Toda Mulher Fashion deve ter, mas como comprei muitos outros livros, esse livro ficava sempre em segundo plano. Até que um dia visitei uma amiga e ali estava ele, não resisti e peguei emprestado. Fui obrigada a ler, claro, mesmo em meio a tantas outras leituras, já que pra mim um livro que não é seu mas está na sua estante significa ser forçada a ler não deixá-lo morto ali por meses hehe

A autora é atual diretora de moda da Marie Claire e ex-editora de moda da Elle, além de ter participado como jurada no Project Runaway. Como o próprio título diz, ela lista as cem peças indispensáveis que toda mulher deve ter em seu guardarroupas. Não são qualquer cem peças escolhidas aleatoriamente, do tipo fazer uma pesquisa no Google, mas peças que nunca sairão de moda e que, portanto, nunca te farão errar ao escolhê-las para alguma ocasião. E lá tem de tudo, desde coisas simples e usáveis como um All Star até um anel de coquetel, que nunca me imaginaria usando, a menos que fosse uma atriz em um filme de época – juro, só nessa situação eu me imagino com um anel desses.

Não achei o livro assim tão incrível, não é do tipo que se pega para ler durante as horas vagas. Eu o vejo hoje mais como um guia de estilo, algo informativo, mas ainda assim queria muito falar aqui sobre ele, sem que se tornasse uma resenha chata. Queria algo diferente e então pensei com a Carô: e se a gente tivesse no armário todos os sapatos e bolsas que ela julga essenciais e que toda mulher deve ter, quanto essa brincadeira custaria? E olha que vamos falar só de duas categorias (sapatos e bolsas), já que ela fez uma longa lista de ouras peças, como roupas, vestidos e outros acessórios.

É muita coisa para um post só, então isso vai virar uma série de posts legais onde nós
vamos mostrar sapatos e bolsas caros e baratos, de grifes e de marcas nacionais mais
populares, pra gente poder ver quanto vai ficar essa pequena must have list.
Então preparem os bolsos e a calculadora e vamos ver quanto ficaria esse rombo no
orçamento:

Bota de cano curto

Para Nina Garcia as botas de cano curto são bem masculinas e consideradas pela autora como uma alternativa ao uso dos scarpins. Ela sugere que sejam usadas com calça skinny preta por dentro da bota, ou com meia calça preta opaca.

Segundo Nina Garcia somente as geneticamente abençoadas podem usar com shorts – entendeu né? Pernas fiiiiiiiiiinas que a maioria de nós não tem.

Bota de cano longo

Ninca considera as botas de cano longo um sinônimo de poder e sensualidade e afirma que o modelo que toda garota deve ter é aquele que vai até um pouco abaixo dos joelhos; entretanto, ela indica as over knee boots para quem quer ousar.

Bota de caubói

Um grande suspiro ao falar das botas de caubói (ou cowboy): amo, amo, amo! Outro dia uma amiga disse que comprou uma de oncinha e quase morri do coração. Ok, sei que vocês já estão cansadas de saber que sou a louca da oncinha, mas cowboy boots pra mim serve qualquer uma – mas meu sonho é uma gringa que vi uma vez liiiiiinda com detalhes em azul e toda sintética. Mas voltando ao livro, Nina Garcia el elege as texanas Tony Lama e Lucchese como as obrigatórias para se ter no closet. Elas são caríssimas, então aqui vão algumas opções de marcas brasileiras:

Bota de motociclista Frye

A Frye é a fabricante de sapatos mais antiga dos Estados Unidos, já que começou suas
atividades em 1863. Ela lembra uma bota de cowboy, mas se forem comparadas veremos que são diferentes. Nina acha – e eu devo condordar – que quanto mais usada e gasta, mais bonita ela ficará e indica seu uso com vestidos ou um cardigã roubado do namorado.

Bota Galocha

Outro dia um amigo meu viu uma garota na rua e disse “olha, a bota é até bonita, mas
continua sendo uma galocha com cara de rave“. Tem gente que tem pavor de galocha,
e eu sou uma, devo confessar. E a culpa da febre das galochas é de quem? Kate Moss,
segundo Nina Garcia. Para ela, desde que a modelo apareceu em Glastonbury com um
par de wellies pretos, as pessoas correram para imitá-la. Quando elas viraram febre há
uns 4 anos eu até curti, comprei uma de (tchanã!) oncinha, mas não consegui usar,
talvez uma preta eu até usaria agora que é mês de muita chuva em São Paulo. Aqui
vão algumas opções, mas para a autora do livro, as da marca Hunter é que são
obrigatórias. Já aqui no Brasil as da Cosse fazem muito sucesso:

Fazendo as contas

Então vamos lá. Digamos que eu tenha uma certa grana para comprar todas as botas mais in para a Nina Garcia, mas que não seja uma grana tão alta assim,me obrigando a escolher as botas mais baratinhas dessa lista, umas nacionais e outras gringas. Ainda assim eu gastaria R$817,23 em cinco pares de bota, o que dá, em média R$163 por bota. Não é um valor tão absurdo assim, mas vejam bem: escolhi as maaais baratinhas. Já pensou se eu quisesse Louboutin, Givenchy e Miu Miu? Falência in da house! haha

No próximo post nós vamos mostrar quanto custa para ter mais alguns dos sapatos elegidos por Nina Garcia como obrigatórios: espadrilhas, estiletos, havaianas, mocassim de dirigir e mocassim de Minnetonka.

Esta entrada foi publicada em Wishlist com as etiquetas , , , , , , , , , , . ligação permanente.

9 respostas a As 100+ de Nina Garcia – as botas obrigatórias

  1. *Dani* Marques diz:

    Eu gostei de praticamente todas as botas de cano curto, a da Bebecê e a da Via Marte eu tô namorando faz tempo, eu tenho uma de cano longo da Vizzano super confortável, adoro, acho lindas as botas de caubói, nos outros, quando tento montar algum look pra mim na minha cabeça, acho que vai ficar ridículo e acabei desistindo!!! Não gosto de galochas, acho horríveis!!! E as botas de motociclista até acho bonitas também, mas caem no mesmo caso das botas de caubói!!!! =D

  2. CR diz:

    Eu quero minha bota de cowboy…. ( já faz um ano que falo isso, e nada de correr atrás….)

  3. não sabia desse livro e fiquei com vontade de tê-lo: ótima dica para se ter sempre. igual acontece no programa do tim gun, que também faz parte do project runway, em que ele leva uma lista de itens básicos e indispensáveis, obrigatórios no guarda-roupa. muitas vezes vamos pela nossa cabeça e achamos que acertamos mas na verdade, não! por isso tenho vontade de apostar nesse conhecimento. certa vez li numa entrevista (não me lembro de quem ¬¬) a mocinha dizendo que demorou muito para aprender de verdade a comprar roupas e acessórios: ela disse que só soube aos 32 anos. e eu entendo o que ela diz, é difícil saber o que combina exatamente com o nosso corpo e o que vale a pena investir para não perder $.

    sobre botas: amo pra sempre. as curtinhas, então, antes odiadas, agora fazem minha cabeça, aderi ao look e já tenho 4. já as de cano alto, tenho apenas 2: uma preta e uma marrom. as de cowboy acho incríveis, mas não tive coragem de comprar o meu par até hoje, acho bem ousado pra mim (bobeira, né, haha). já a galocha, amo a minha, que é aquela roxinha da melissa. por ser discreta, flui bem nos looks e fica mais rente à perna, não curto o efeito de pares que ficam “dançando” na perna, saca?

    adorei a ideia da nova serie de posts, arrasem, girl!

  4. esse post me fez ter a necessidade de comprar uma Frye. caramba.

  5. Natalie Furlan diz:

    Tipo assim, quem foi abençoada com uma batata da perna descomunal como eu, se fode, pq ~´o tenho uma bota de cano alto que mandei fazer e paguei os olhos da cara, mas cara, o que é essa galocha da Burberry????? Tipo Assim, NECESSITO de uma, morri e a Cosse TEM que fazer uma igual

  6. Amanda diz:

    adorei a proposta do livro! é mais um que vai pra wishlist. mesmo que não dê pra comprar um Louboutin (aliás, o que é essa bota de cano curto roxa? linda), com
    um pouco de disposição e boa vontade dá pra achar algo bacana e com um preço mais acessível. de todos os modelos, os que mais gosto são os de cano curto e acho que arriscaria uma de cano longo se não fosse tããão baixinha. das botinas eu não gosto e a única exceção que faria pra uma bota de cowboy é aquela com caveiras e rosas, linda!

    e estou ansiosa pelo post com as bolsas! <333

  7. ameeeei essa cano curto da miu miu!
    De resto, estou bem nessa lista, tenho galocha, cano curto, a de motociclista que é de montaria (rs! quase igual!) e finalmente resolvi deixar de vez o trauma das pernas extra-finas de lado e me joguei em uma via marte de cano longo. (é, aquela que fica acima dos joelhos, e o melhor ainda: 50% off! Fica a dica, pedir por modelos que não estão na vitrine, já que eles não devem sumir depois que a estação passa né?)
    “Só” me falta agora a cowboy boot, que sempre falo, mas nunca consigo achar alguma que realmente me agrade…

  8. karina braz nogueira diz:

    deve ser uma leitura bem divertida, e sobre as botas ainda tenho muito que correr atrás porque eu só tenho uma bota.
    amei a ideia da série de post.

  9. Karina diz:

    Adoro as botas de cano longo e meu namorado adora me ver usando uma ele diz que fico ainda mais sexy.amo as botas over knee boots e meu namo até comprou uma para eclementar minha coleção e ele quer que et a use no dia do nosso aniversario de namoro,mas eu não sei direito o que usar,vestir,ele me quer mais sexy ainda.me ajude,me de um conselho sobre o que usar.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s